Bem-vindo! Hoje é quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Projeto CineClube Urcamp Documenta realiza segunda sessão neste sábado

O curso de Jornalismo da Urcamp realiza, neste sábado, mais uma edição do projeto CineClube UrcampDocumenta. O filme apresentado será o Palhaço, dirigido por Selton Mello. A sessão inicia às 14h, no Salão de Atos do campus central da Urcamp. Logo após, haverá o debate com a psicóloga Rosiclei Machado Batista e o animador cultural Claudionor Borges. A mediação será realizada pelas alunas do oitavo semestre Cristiane Ramirez, Vitória da Cruz e Jéssica Velleda.

Conforme o idealizador do projeto, professor Glauber Pereira, o CineClube tem o objetivo de democratizar o cinema, fazendo com que as pessoas criem hábitos culturais. Segundo Pereira, este foi o tema da redação do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e o Cineclube integra os projetos de ensino/extensão, que levam benefícios à comunidade, aos componentes curriculares das aulas. Entre as propostas do projeto, consta a interpretação das obras para criar um público novo para o cinema.

Para uma das mediadoras, Vitória da Cruz, o tema do Enem tratou exatamente do objetivo do Cine Clube, que além de dar mais valor para o cinema nacional, também mostra que a sétima arte não é somente lazer, e sim cultura. “É preocupante que os jovens pensem que esse tema é desnecessário. Foi isso que muitos estudantes falaram após a prova de redação”, disse.

Durante o Cineclube, serão exibidos quatro filmes nacionais: “Tropicália” foi o primeiro, neste sábado o Palhaço, e os próximos serão: “Hoje eu quero voltar sozinho” e “Barravento”. As atividades, realizadas aos sábados, no Salão de Atos da Urcamp, são desenvolvidas por grupos de acadêmicos do oitavo semestre, que indicam a obra e o nome dos debatedores. Para cada encontro haverá dois convidados, que vão auxiliar o público a partir de questionamentos na busca de um espaço de reflexão sobre o tema, contexto histórico, linguagem e mensagens.

Sinopse

Benjamim (Selton Mello) trabalha no Circo Esperança, com seu pai Valdemar (Paulo José). Juntos, eles formam a dupla de palhaços Pangaré & Puro Sangue e fazem a alegria da plateia. Mas a vida anda sem graça para Benjamin, que passa por uma crise existencial e assim, volta e meia, pensa em abandonar Lola (Giselle Mota), a mulher que cospe fogo, os irmãos Lorotta (Álamo Facó e Hossen Minussi), Dona Zaira (Teuda Bara) e o resto dos amigos da trupe. Seu pai e amigos lamentam o que está acontecendo com o companheiro, mas entendem que ele precisa encontrar seu caminho por conta própria.